quarta-feira, 18 de março de 2009

E se fossem todos para um sítio que eu cá sei?!

As pessoas só se lembram de mim, só vêm ter comigo, procurar-me, quando precisam de alguma coisa da minha parte.

"A fulana faz anos para a semana e o cicrano na seguinte, queres entrar nas prendas? São ### Eur. a cada um..."
"Vem aí uma aluna da Grécia trabalhar no grupo durante uns meses e vai precisar de usar o HPLC e preparar as amostras. Não se importava de a acompanhar?"
"Há aí duas alunas de licenciatura que precisam de um supervisor para o trabalho do semestre delas, não se importa de lhes dar apoio?"
"Tenho uns dados para tratar estatisticamente, podes tratá-los por mim?"
"Vou precisar urgentemente da tua ajuda para tratar uns dados no SPSS..."
"A Direcção da Instituição precisa que vista a 'camisola' e conta com a sua dedicação para bem nos representar na semana aberta."


Acho que andei a habituar mal muita gentinha e durante muito tempo! Fo**-**! Está tudo acostumado a não ouvir um não da minha parte: ide todos para o #/&$%/=/%=$.

Eu tenho o MEU trabalho (e que não é pouco), tenho a minha bolsa a acabar em fim de Maio e ainda não sei como vou sobreviver a partir daí - tendo em conta que tenho de continuar a pagar inscrição e propinas, ah! e viver se for possível...

Tenho os MEUS dados para tratar e também com URGÊNCIA, pois também eu tenho a minha tese para escrever. Já tive a minha quota parte de alunos e já dei assistência a pessoas demais. Já perdi muitos dias em "semanas abertas" (que são a maior seca que pode haver!) e sinceramente: ESTOU FARTA! A sério... é que, sei lá... Podiam vir ter comigo para perguntar se está tudo bem, ou coisa que o valha, mas não...

A próxima vez que me vierem pedir alguma coisa, não vão acreditar na resposta que vão ouvir. Acabou-se.

3 viagens:

Dani girl 18 de março de 2009 às 11:26  

Pois é... Ser boazinha não compensa. E nem é que custe sê-lo a algumas pessoas. Mas quando se vê tantos a aproveitar-se, apetece realmente mandá-los para *piiiiiiiiiiii*. Tens é de pensar em ti!

É assim mesmo! Boa sorte!

Faz pelos outros quando também eles fizerem por ti, ou seja, apenas aos que realmente merecem.

cipereira 18 de março de 2009 às 14:14  

Obrigada Daniela! O problema é que há muita gente a quem não se pode dar um dedo, sob pena de quererem logo o braço todo!

Allie 18 de março de 2009 às 16:45  

Às vezes tens de saber dizer NÃO!

Pesquisar neste blogue

Member of

cipereira

  © Free Blogger Templates Spain by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP