sexta-feira, 22 de julho de 2011

É por estas e por outras que eu adoro este homem!


Inconscientemente, buscamos os princípios e as teorias adequados ao nosso temperamento, de modo que afinal parece que esses princípios e teorias criaram o nosso carácter, deram-lhe firmeza e segurança: quando aconteceu justamente o contrário. O nosso pensamento e julgamento, assim parece, é transformado posteriormente em causa de nosso ser: mas na realidade é o nosso ser a causa de pensarmos e julgarmos deste ou daquele modo. - E o que nos induz a essa comédia quase inconsciente? A indolência e a comodidade, e também o desejo vaidoso de ser considerado inteiramente consistente, uniforme no ser e no pensar: pois isso conquista respeito, empresta confiança e poder.
Friedrich Nietzsche, "Humano, demasiado humano"

1 viagens:

JB 24 de julho de 2011 às 18:34  

hmmm... nao percebi nada :D

Pesquisar neste blogue

Member of

cipereira

  © Free Blogger Templates Spain by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP