domingo, 12 de junho de 2011

Não são eles, sou eu

Fico sempre tão triste quando os meus pais se vão embora de volta para casa e me deixam aqui. É que fico mesmo em baixo... Vou com eles ao carro, arrumar os sacos na mala, fico a vê-los arrancar, o carro a afastar-se, até já não o ver depois da curva. E fico com um aperto no meu coraçãozinho...

No entanto o estranho é que, quando sou eu que vou de fim de semana ao Porto e chega a hora de regressar, o mesmo não acontece! Meto-me no autocarro e a única preocupação que tenho é a de que a viagem seja rápida e o tempo passe depressa até chegar a CB. 

Pesquisar neste blogue

Member of

cipereira

  © Free Blogger Templates Spain by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP