sexta-feira, 5 de junho de 2009

Santa ignorância!...

Aqui há tempos li um email que me foi reenviado e que andava a circular por aí. Reza assim:

"A verdade sobre o Actimel

Algumas coisas interessantes sobre o ACTIMEL:
O ACTIMEL fornece ao organismo uma bactéria chamada L. casei. Esta substância é gerada normalmente por 98% dos organismos, mas quando é administrada externamente por um tempo prolongado, o corpo deixa de a fabricar e paulatinamente "esquece-se" que deve fazê-lo e como fazê-lo, sobretudo em pessoas menores de 14 anos. Na realidade, surgiu como um medicamento para essas poucas pessoas que não a fabricam, mas esse universo era tão pequeno que o medicamento se tornou não rentável; para o tornar rentável, foi vendida a sua patente a empresas do sector alimentar.
A Secretaria Estado da Saúde (Espanha) obrigou a ACTIMEL (a serissima) a indicar na sua publicidade que o produto não deve ser consumido por um tempo prolongado; e cumpriram, no entanto de uma forma tão subtil que nenhum consumidor o percebe ( p.ex. "desafio actimel: tome durante 14 dias").
Se uma mãe decide completar a dieta com ACTIMEL não recebe nenhum aviso sobre a sua inconveniência e não vê que pode estar a causar um dano importante ao futuro dos seus filhos ou ao seu, devido às manipulações publicitarias da multinacional DANONE para incrementar os seus benefícios sem se importar com a saúde dos consumidores.
"
Meus queridos, quem inventou esta palhaçada devia ser processado por difamação! Só revela ignorância e estupidez por parte do(s) autor(es).

1. Uma bactéria não é uma substância, mas sim um ser vivo!!!

2. Ela não é gerada nos organismos (a teoria da geração espontânea não é verdadeira)! Todos (ou quase todos) nós temos esta bactéria (assim como milhões de outras diferentes) presente no nosso organismo. O consumo de Actimel (ou qualquer outro produto probiótico) só vai reforçar a quantidade desse microrganismo no nosso sistema, uma vez que está provada científicamente a sua acção benéfica a vários níveis.

3. O consumo de Actimel ou qualquer outro produto probiótico NUNCA vai fazer com que a bactéria deixe de existir no organismo!

3. Porquê 14 anos?!

4. Um medicamento é, por definição, um "produto farmacêutico, tecnicamente obtido ou elaborado com finalidade profilática, curativa, paliativa ou para fins de diagnóstico. É uma forma farmacêutica terminada que contém o fármaco, geralmente em associação com adjuvantes farmacotécnicos" (Resolução RDC, nº84/02) ou ainda "toda a substância ou associação de substâncias apresentada como possuindo propriedades curativas ou preventivas de doenças em seres humanos ou dos seus sintomas ou que possa ser utilizada ou administrada no ser humano" (Decreto-Lei n.o 176/2006 de 30 de Agosto; Artigo 3º; alínea ee).

5. 'A Secretaria Estado da Saúde (Espanha) obrigou a ACTIMEL (a serissima) a indicar na sua publicidade que o produto não deve ser consumido por um tempo prolongado; e cumpriram, no entanto de uma forma tão subtil que nenhum consumidor o percebe ( p.ex. "desafio actimel: tome durante 14 dias").'
Sem comentários!!!

E é assim, desta forma vil e estúpida que se fazem lavagens cerebrais às pessoas...

2 viagens:

JB 6 de junho de 2009 às 09:27  

Obrigado pelo esclarecimento :)
Eu já tinha lido esse email e tinha acreditado nele :$

Requiem 8 de junho de 2009 às 11:57  

Eu pessoalmente continuo a achar fascinante a capacidade das pessoas desligarem o cérebro assim que ligam o PC... :) :) :) :)

E o que colocas aqui é só um dos exemplos das coisas que rodam por aí...

Pesquisar neste blogue

Member of

cipereira

  © Free Blogger Templates Spain by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP